Desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz, o comprimido pode ser um aliado no combate à doença.

Comprimido para combater criadouros da dengue aguarda aprovação da Anvisa

Pílula que combate criadouros da dengue depende de aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser comercializada.

Desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz, o comprimido pode ser um aliado no combate à doença, que ainda não tem vacina. A pílula contém um microorganismo, que provoca a morte das larvas do mosquito transmissor em até 24 horas, além de impedir sua proliferação por até 60 dias.

O grupo de cientistas destacou que a substância é inofensiva ao homem, e não deixa o mosquito mais resistente, diferente do que ocorre com o uso de inseticidas, por exemplo.

A expectativa é que o produto seja utilizado por prefeituras ou governos antes da venda em supermercados, prevista para ocorrer em até um ano, com o custo de 30 reais por 10 doses.

Outras Notícias

Hospital de Câncer de Barretos oferece nova maneira de captação de recursos

Hospital de Câncer deBarretos oferece nova maneira de captação de recursosParaajudar o Hospital de Câncer de Barretos...

Entenda porque sentimos mais dores de cabeça no inverno

Com o Inverno intenso, o frio pode chegar acompanhado de outrosincômodos, como dor de ouvido, de garganta ou de cabeç...

Instituição inaugura brinquedoteca no Hospital São Judas Tadeu

O Hospital de Câncer de Barretos inaugurou no último sábado, 19 de março, a Brinquedoteca “Daniel Gouvêa Nunes Galvão...

Sinais do envelhecimento aparecem aos 26 anos, afirma estudo

O envelhecimento é tipicamente estudado nos idosos, mas um estudo divulgado nesta segunda-feira afirma que diferentes...